Vida depois da cirurgia bariátrica: é preciso tomar medicamentos?

Publicado em 20/02/2024.

Tempo de leitura: 5.6 minutos.

A cirurgia bariátrica é um procedimento que traz muitas mudanças para a vida de quem decide por ela, e isso inclui, além da perda de peso e da melhora da saúde, o uso de medicamentos e suplementos.

Essas mudanças ocorrem devido a alguns fatores, todos eles relacionados à perda de peso e à absorção de nutrientes. Além disso, algumas questões individuais também podem influenciar nesse processo, como o diagnóstico prévio de alguma outra doença.

Por isso, é necessário entender o motivo do uso de medicamentos para o tratamento de condições de saúde associadas à obesidade, para então saber quais deles ainda serão necessários após a realização da cirurgia. E é exatamente isso que faremos neste artigo.

O papel dos remédios na vida de uma pessoa com obesidade

A obesidade normalmente está associada a uma série de outros problemas de saúde[1]Kloock S, Ziegler CG, Dischinger U. Obesity and its comorbidities, current treatment options and future perspectives: Challenging bariatric surgery?. Pharmacology & Therapeutics. 2023; 21:108549.. Por isso, é bastante comum a necessidade de uso de medicamentos, como:

  • Anti-hipertensivos
  • Remédios para baixar o colesterol
  • Anti-inflamatórios, principalmente em casos de artrites
  • Anti-diabéticos, já que a resistência à insulina e a diabetes tipo 2 são bastante comuns nesses casos

Além disso, como cada caso é único, pode ser necessário o uso de outros medicamentos, para tratar questões de saúde mais específicas.

No entanto, isso não significa que todas as pessoas com obesidade possuem essas outras condições, mas sim que existe um risco maior do seu desenvolvimento.

Uso de remédios após a cirurgia bariátrica

Após a cirurgia bariátrica, algumas mudanças no metabolismo começam a ocorrer, seja pela redução da quantidade de alimentos consumidos, ou pelas diferenças na absorção de nutrientes.

E, depois de um certo tempo, a diminuição de peso também exerce grande influência nessas mudanças, já que o principal efeito da cirurgia é justamente o emagrecimento[2]Backes CF, Lopes E, Tetelbom A, Heineck I. Medication and nutritional supplement use before and after bariatric surgery. São Paulo Med J. 2016; 134(6):491-500..

Com isso, algumas questões de saúde podem ser revertidas, como é o caso da resistência à insulina e mesmo da diabetes tipo 2. Consequentemente, a necessidade do uso de medicamentos também muda.

Outro ponto importante a se ter em mente é o uso de suplementos nutricionais, que são indicados por diversas entidades médicas.

Então, vamos agora analisar cada um desses pontos:

1. Suplementos nutricionais

De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgia Metabólica e Bariátrica[3]Parrott J, Frank L, Rabena R, Craggs-Dino L, Isom KA, Greiman L. American Society for Metabolic and Bariatric Surgery Integrated Health Nutritional Guidelines for the Surgical Weight Loss Patient … Continue reading, todas as pessoas que passaram pela cirurgia bariátrica precisam realizar algum tipo de suplementação vitamínica e mineral.

Isso ocorre porque a absorção desses nutrientes é reduzida pelo procedimento, em maior ou menor grau.

Desta forma, é possível prevenir problemas decorrentes das deficiências nutricionais, principalmente no caso da vitamina B12, vitamina D, cálcio e ferro.

Por isso, é essencial manter o acompanhamento médico e nutricional após a cirurgia, para saber exatamente qual o suplemento específico e as doses mais adequadas para cada caso.

2. Medicamentos

Com relação aos medicamentos, não existe uma recomendação que valha para todas as pessoas que passaram por uma cirurgia bariátrica.

Nesses casos, o uso de medicamentos vai depender dos problemas de saúde presentes antes da realização do procedimento, ou de questões que possam surgir depois.

Mas, apesar da variedade de remédios que podem ser usados por uma pessoa com obesidade e doenças relacionadas, uma coisa é fato:

  • Na maioria dos casos, a quantidade e as doses dos medicamentos diminuem.

Isso ocorre principalmente pela melhora da saúde geral da pessoa após o tratamento, já que a obesidade é um fator que contribui para o desenvolvimento de uma série de doenças.

Mudança na absorção e metabolização de medicamentos

Da mesma forma que ocorre com os alimentos, a absorção dos medicamentos também pode ser afetada pela cirurgia bariátrica, a depender da técnica utilizada[4]Lorico S, Colton B. Medication management and pharmacokinetic changes after bariatric surgery. Can Fam Physician. 2020 Jun;66(6):409-416..

Assim, é importante conhecer os tipos de cirurgia bariátrica e as principais diferenças entre eles, para entender melhor quais as mudanças que esses procedimentos podem trazer para a sua vida.

No entanto, ainda existem poucos estudos que avaliam esse efeito específico de cada cirurgia nesse processo, e por isso é importante manter um acompanhamento rigoroso nos primeiros meses após o procedimento, que é quando ocorre a maior parte da perda de peso.

É possível parar com todos os remédios depois da cirurgia?

A obesidade, como sabemos, pode desencadear ou intensificar alguns problemas de saúde. Assim, a cirurgia bariátrica, e a consequente perda de peso, consegue melhorar o estado geral de saúde e diminuir a necessidade de medicamentos.

Por exemplo, alguém com diabetes tipo 2, que utilize um ou mais remédios para controlar a glicemia, pode conseguir reverter completamente o quadro após a bariátrica, ou no mínimo diminuir as doses dos medicamentos.

Mas não existe uma regra para isso, e cada caso deve ser avaliado de forma criteriosa, e o tratamento medicamentoso ajustado conforme a necessidade.

Então, resumindo, é possível parar de tomar remédios depois da cirurgia bariátrica, mas isso pode variar de pessoa para pessoa.

Já o uso de suplementos, como vimos, deve ser feito de forma contínua, já que a cirurgia modifica a capacidade de absorção de nutrientes.

Resumo

  • A realização da cirurgia bariátrica leva a mudanças no metabolismo e no funcionamento do organismo.
  • Consequentemente, algumas doenças podem ser revertidas ou amenizadas, o que, por sua vez, leva a uma diminuição na necessidade de medicamentos.
  • Por outro lado, a cirurgia bariátrica também afeta a absorção de nutrientes, e por isso é importante realizar a suplementação nutricional.
  • Por fim, com todas essas mudanças, manter um acompanhamento médico e nutricional é importantíssimo.

A cirurgia bariátrica tem o potencial de melhorar significativamente a qualidade de vida de pessoas que, anteriormente, enfrentavam limitações físicas e sérios problemas de saúde. Nesse sentido, reunimos alguns depoimentos de pessoas que experimentaram transformações notáveis em suas vidas após decidirem tratar a obesidade.

Referências

Referências
1 Kloock S, Ziegler CG, Dischinger U. Obesity and its comorbidities, current treatment options and future perspectives: Challenging bariatric surgery?. Pharmacology & Therapeutics. 2023; 21:108549.
2 Backes CF, Lopes E, Tetelbom A, Heineck I. Medication and nutritional supplement use before and after bariatric surgery. São Paulo Med J. 2016; 134(6):491-500.
3 Parrott J, Frank L, Rabena R, Craggs-Dino L, Isom KA, Greiman L. American Society for Metabolic and Bariatric Surgery Integrated Health Nutritional Guidelines for the Surgical Weight Loss Patient 2016 Update: Micronutrients. Surgery for Obesity and Related Diseases. 2017; 13(5):727-741.
4 Lorico S, Colton B. Medication management and pharmacokinetic changes after bariatric surgery. Can Fam Physician. 2020 Jun;66(6):409-416.

Compartilhe esta história...

Planejando e preparando refeições saudáveis para a semana
Obesidade e doenças crônicas: como perder peso pode ajudar na sua saúde?

Ver mais postagens do blog