Facebook pixel code

Obesidade, Diabetes e Cirurgia Metabólica

Por Falando de Obesidade - Atualizado em 22 dez 2022, 14h:42 - Publicado em 20 dez 2022, 10h:15 Obesidade, Diabetes e Cirurgia Metabólica

Obesidade e diabetes têm várias características em comum. Ambas são doenças crônicas e progressivas, têm apresentado frequência crescente na população em todo o mundo, são de difícil controle, podem ser acompanhadas de complicações graves e acometem conjuntamente um número significativo de pacientes.

A cirurgia bariátrica foi desenvolvida como opção terapêutica para pacientes com graus avançados de obesidade e, no início, a atenção era voltada quase que exclusivamente para o tamanho da perda de peso. Em 1995, Pories et al. publicaram pela primeira vez um estudo com ênfase no impacto que um dos procedimentos mais utilizados, o bypass gástrico em Y de Roux, teve no controle do diabetes, desde os primeiros dias de sua realização [1]Pories WJ, et al. Who would have thought it? An operation proves to be the most effective therapy for adult-onset diabetes mellitus. Ann Surg;1995;222:39-50

A partir dessa data, uma grande quantidade de pesquisas foi direcionada para a análise dos resultados da cirurgia bariátrica, que hoje é chamada de cirurgia metabólica, tanto nas doenças associadas à obesidade, quanto no estudo dos mecanismos fisiológicos envolvidos.

Os procedimentos cirúrgicos mais utilizados atualmente são manga gástrica, bypass em Y de Roux ou anastomose e uma variedade de derivação biliopancreática chamada SADI, que são mostradas na Figura

Como resultado de vários estudos que visam avaliar comparativamente os resultados do tratamento clínico e cirúrgico no diabetes, foi possível demonstrar que o tratamento cirúrgico oferece resultados superiores na conduta clínica em pacientes com diabetes mellitus tipo 2, atingindo a remissão da doença em mais de 50% dos pacientes. Isso significa normalização dos valores de glicemia sem necessidade de medicação, portanto, a cirurgia metabólica é reconhecida atualmente como uma opção de tratamento aceita para pacientes com obesidade e diabetes [2]Rubino F. et al. Metabolic Surgery in the Treatment Algorithm for Type 2 Diabetes: A Joint Statement by International Diabetes Organizations. Diabetes Care; 2016;861:861-77

O diabetes mellitus mal controlado é acompanhado por complicações em vários níveis, como alterações dos vasos sanguíneos da retina, danos na função renal, que torna necessária a diálise, e danos nas artérias dos membros inferiores, com frequência muito alta de amputações. Vários estudos também demonstraram que a cirurgia metabólica reduz significativamente as complicações associadas ao diabetes [3]Billeter AT. et al. Meta-analysis of metabolic surgery versus medical treatment for microvascular complications in patients with type 2 diabetes mellitus. BJS; 2018; 105:168-81

O controle do diabetes depois de cirurgia metabólica ocorre não apenas pela redução da ingestão calórica e a consequente perda de peso, mas também pelo impacto em diversos hormônios gastrointestinais, na reabsorção de sais biliares e das microbactérias da microbiota intestinal [4]Mulla ChM. et al. Mechanisms of weight loss and improved metabolism following bariatric surgery. Ann NY Acad Sci. 2018;1411:53-64

O efeito da cirurgia metabólica em outras doenças associadas à obesidade também tem sido estudado, como: Depois da cirurgia, é possível constatar melhora importante em hipertensão arterial, colesterol aumentado, triglicérides, apneia do sono e doenças cardiovasculares e renais [5]Polovina S. et al. Metabolic surgery and obesity related comorbidities. Vojnosanit Pregl 2018;75:213-218

A grande experiência desenvolvida com esses procedimentos permite que sejam realizados com alta margem de segurança [6]Aminian A. et al. How safe is metabolic/diabetes surgery? Diabetes, Obesity and Metabolism. 2015;17:198-201

Resumo:

  • A obesidade e o diabetes são doenças crônicas que podem causar sérias complicações e comprometer a vida dos pacientes
  • Afetam um número significante de pessoas
  • A cirurgia metabólica é um ramo cirúrgico que pode auxiliar um número significativo de pacientes a controlar com alta margem de segurança tanto a obesidade, quanto as doenças colaterais, entre as quais se destaca o diabetes.

Referências[+]

Assine nossa newsletter